Portugal | português

21/02/2019

Colaboração entre homem e robô: É permitido tocar!

Graças à tecnologia de segurança da Pilz, pessoas e robôs podem trabalhar conjuntamente com tranquilidade e até mesmo sem cerca de proteção. É plenamente permitido tocar.

A automação do futuro exige cada vez mais que pessoas e robôs trabalhem conjuntamente com segurança. Mas o que exatamente significa segurança? Quão fortes podem ser a pressão e a força de um robô para que não cause ferimentos? A especificação técnica ISO/TS 15066 tem a resposta para esta pergunta. Ela estabelece limites de dor máximos permitidos em caso de uma colisão entre uma pessoa e o robô. Se a aplicação permanecer dentro desses limites durante um encontro entre uma pessoa e o robô, ela estará em conformidade com a norma.

O sistema de medição de colisões PRMS da Pilz fornece informações sobre se a força e a pressão oscilam dentro dos limites de dor definidos. Ele mede a força e a pressão resultantes de uma possível colisão entre uma pessoa e o robô. A avaliação ocorre através do software. Por isso, o PRMS é utilizado para a validação da colaboração entre pessoas e robôs (MRK).

Se a aplicação permanecer dentro dos limites definidos durante um encontro entre uma pessoa e o robô, ela estará em conformidade com a norma. Por isso, em uma aplicação CHR devem ser executadas as medições correspondentes.


Mais informações:

Colaboração entre pessoas e robôs na Pilz

Pessoas e robôs
Contact

Pilz Industrieelektronik S.L.
Rotunda Eng. Egdar Cardoso, Nº 23, 5º - Sala E (Edifício Tower Plaza)
4400-676 Vila Nova de Gaia
Portugal

Telefone: +351 229 407 594
Email: info@pilz.pt